Tag: memória da educação

A ESCOLA NO SÉCULO XIX: OS CASTIGOS CORPORAIS E AS DIFERENTES VISÕES SOBRE A EDUCAÇÃO

por Ana Beatriz Lamego Viana (graduanda em História – UFRJ) O primeiro uso de castigos físicos como uma forma de educar e disciplinar no Brasil ocorreram com a chegada das missões jesuíticas. Os colégios da Companhia de Jesus institucionalizam os castigos físicos como uma última alternativa educativa para serem utilizados quando as palavras falhavam. Vistos […]

A ESCOLA NO SÉCULO XIX: O MÉTODO LANCASTERIANO

por Ana Beatriz Lamego Viana (graduanda em História – UFRJ) Desenvolvido na Inglaterra, o Método Lancasteriano (ou método de ensino mútuo) foi pensado como uma alternativa pedagógica moderna para dinamizar e baratear o processo de aprendizagem. Foi concebido para substituir o método individual (cada aluno era atendido individualmente por turnos, enquanto o restante da turma […]

Anísio Teixeira, a Escola Municipal Chile e a Educação dos Sentidos de Rubem Alves

Por Ana Clara Evangelista (Graduanda do Curso de Pedagogia FE-UFRJ) Rubem Alves, em sua obra ‘Educação dos Sentidos’, traz a importância da música, do ouvir,do olhar e do aprender a retirar nossos sentidos da caixa de brinquedos, o que ressignificaa ideia de que o ouvir, o ver e o sentir são apenas ferramentas utilizadas rotineiramente. […]

Quem foi Darcy Vargas?

Por Livia de Fátima Conceição (mestranda em educação PPGE/UFRJ) Darcy Sarmanho Vargas, nasceu em 1895 no Rio Grande do Sul e casou-se aos 15 anos de idade com Getúlio Vargas. Desde cedo trilhou os caminhos políticos ao lado do seu marido. Deve-se considerar que foi uma mulher de seu tempo. Entre conservadorismos e progressos, foi um […]

ex-aluna Glória Evangelista

Por Ana Clara Evangelista (Graduanda do Curso de Pedagogia FE-UFRJ) Em 1958, a Escola Chile tinha o hábito de retratar fotos de todos os alunos. Esta é uma lembrança muito especial pois traz à memória da ex-aluna Glória os momentos vividos na escola e ela se emociona com o fato de eu estar aqui, 64 […]

Instrução no Brasil Colônia

Por: Rayssa Lima (Graduanda do Curso de História da UFRJ) No Brasil colonial, a Companhia de Jesus foi a principal agente de educação, possuindo várias escolas voltadas para a instrução de clérigos e leigos. Eles também atuaram na conversão dos povos originários ao catolicismo e na aculturação desses povos, buscando adaptá-los à cultura europeia. Além […]

Conhecendo a Fundação Darcy Vargas

Por Livia de Fátima Conceição (mestranda em educação PPGE/UFRJ) Bem no coração da Cidade do Rio de Janeiro, aos pés do porto, há uma grande estrutura, quase que escondida entre as ruas e vielas, mas que guarda uma grande parte da história da educação e do assistencialismo nacional. No bairro da Saúde, temos a Fundação […]

Atividades Culturais no CAp-UFRJ

Por Jéssica Azevedo (graduanda História/UFRJ) e Isabel Machado (estudante CAp-UFRJ) Para finalizar essa série de postagens, abordaremos a forte dimensão cultural do CAp. Dentre os diversos eventos promovidos pelos capianos, está o FestiCAp: o festival de música do Colégio de Aplicação da UFRJ.   A partir dos cartazes disponíveis no PROEDES, de 1974 a 1991, é […]

A conservação da memória

Por ana carolina amin (Graduanda em História – UFRJ) Essa pesquisa foi muito importante para mim enquanto pessoa e pesquisadora. Foi onde eu tive meu primeiro contato com uma sala de aula, que eu tive a oportunidade de montar entrevistas e ouvir diversas histórias. Foi um grande aprendizado.  Mas, para além disso, o que o […]

E. Chile – Aluno Nicolas (2022)

Por Ana Clara Evangelista (Graduanda do Curso de Pedagogia FE-UFRJ) 1) O ensino da escola tem influenciado sua vida, em que sentido? Poderia me dar algum momento marcante pra você? Um aprendizado, uma memória, uma história engraçada ou até triste.  Uma das histórias que vai me marcar vai ser a feira de ciências e além […]

Jornal A FORJA e protagonismo estudantil no CAp-UFRJ

Por Jéssica Azevedo (graduanda História/UFRJ) e Isabel Machado (estudante CAp-UFRJ) No sexto post dessa série, vamos discutir sobre a participação ativa dos estudantes do CAp, que se dava tanto dentro e fora da sala de aula quanto para além dos muros da escola. Por meio do jornal A Forja, observamos a atuação do Grêmio Estudantil. […]

Uniforme das normalistas: tradição x sexualização

Por Giselle Soares Gomes – (Graduanda do curso de pedagogia – FE/ UFRJ) Fonte da imagem: Jornal – O Globo. Disponível em: https://oglobo.globo.com/brasil/conservadorismo-bancada-evangelica-freiam-igualdade-de-generos-diz-governo-15539562  O tema acerca do uniforme das normalistas é algo que levanta pautas relevantes como a tradição vs a sexualização, que inclusive é o tema do nosso post do dia. Como um ponta […]